• Thiago Rodrigues

Crescimento Espiritual #1

Série de mensagens refletindo sobre a importância, os princípios e os desafios para o crescimento espiritual



O texto de Colossenses, capítulo 3, verso 16, apresenta um dos pontos centrais da vida cristã: A nova vida é fruto da Palavra de Cristo, e esta Palavra pode realmente tomar toda a nossa vida. O capítulo 3 de Colossenses é um chamado de Paulo aos cristãos, no sentido de viverem a novidade de vida que obtiveram através de Cristo pela fé, e isso de forma prática e intensa. Os cristãos deveriam, portanto, através da fé em Cristo e de seu compromisso com o Evangelho, vencer os maus hábitos, frutos de sua natureza caída e pecaminosa.


À medida que aqueles cristãos se dedicassem mais às cosias de Deus do que a seus próprios desejos e interesses, experimentariam mais e mais as riquezas, belezas e delícias da nova vida que o Espírito Santo gerou neles pela Palavra de Cristo. Assim, poderiam realmente viver em santidade, desfrutar a verdadeira gratidão a Deus, amar mais integralmente aos irmãos e desenvolver atitudes de mútua edificação na comunhão da Igreja local.


Paulo, ao convocar os irmãos a esta experiência legítima da fé cristã e da nova vida em Cristo, reforça que para tal, deveriam ter a Palavra de Cristo firmemente arraigada em seus corações, pois ela seria neles uma fonte de vigor espiritual diário, e constante, fortalecendo-os com o suprimento de que precisam para sua jornada diante de Deus. Eles não podiam se iludir pensando que a nova vida é fruto de um esforço meramente humano. Mas também deviam se lembrar de que precisavam de uma entrega total, para que o desenvolvimento da vida cristã fosse uma realidade.


Pensando na dedicação necessária para experimentar este desenvolvimento na vida cristã a que os cristãos são convocados por Paulo, há de se atentar para duas sentenças muito interessantes e significativas do capítulo 3 de Colossenses; elas estão nos versos 1 e 2 respectivamente:


“buscai as coisas lá do alto” – e:

“Pensai nas coisas lá do alto”.


Aqui, literalmente, o apóstolo está indicando que para haver o progresso na vida cristã, é necessário que haja uma mudança de foco, dizendo que devemos passar a considerar as cosias de Deus de forma especial em nossas vidas. Desta forma, Paulo está dizendo que os irmãos deveriam investir seu tempo, recursos e ações para promover sua vida a um estado mais elevado, colocando seus olhos e mentes em coisas superiores - as quais são descritas nos versos seguintes em oposição às atitudes mundanas e carnais. Em suma, Paulo está dizendo que devemos buscar a vida do Espírito, segundo a Palavra de Cristo em nós implantada, e não a vida da carne e do mundo com suas concupiscências.


A questão de suma importância à luz de tudo isso é: Temos de fato vivido com um olhar nas cosias do alto, buscando uma vida espiritual mais elevada? – ou ainda, em outras palavras: Temos investido em nosso crescimento espiritual, como Paulo nos chama a fazer nestes versos?


Certo pastor amigo, dizia frequentemente: “Não podemos viver o extraordinário, se só fazemos o ordinário”. O que ele queria dizer, na prática, é:

Não poderemos experimentar o crescimento na vida cristã se não formos capazes de investir além das migalhas de tempo e esforço que atualmente temos destinado a este fim.


De fato, irmãos, não há como nos deleitarmos na obra de Cristo e na salvação que Ele nos deu, se nossa vida só considera as coisas deste mundo e do tempo presente. Também não poderemos apresentar uma vida que honra a Deus em posturas, palavras e ações, se não considerarmos o nosso crescimento como uma prioridade, que mereça nosso investimento.


O Rev. Augustus Nicodemus, tratando deste texto, fala da necessidade de crescimento espiritual e de como devemos investir neste objetivo. Ele diz:

  • “O cristão vai passar a vida inteira buscando as coisas de cima, onde Cristo vive assentado à direita do Pai, porque sua vida está n’Ele. Portanto, somente em comunhão com Jesus, ele poderá se despir de sua velha natureza e se revestir do novo homem todo dia. Para tanto, precisa de tempo para orar, ler a Bíblia, estar com os irmãos em instrução mútua, para louvar a Deus. Isso é o que há de mais importante na vida do crente.”.


Ele ainda observa que nem sempre temos vivido com este comprometimento em relação ao nosso desenvolvimento na vida cristã:

  • “É relativamente fácil encontrar cristãos que vivem uma existência subcristã, derrotados pelo pecado, como se a natureza pecaminosa tivesse domínio e poder sobre eles. Isso ocorre por não estarem buscando as cosias de cima. Frequentemente a desculpa é a falta de tempo. Na verdade, muitos destes encontram tempo para tudo, menos para buscar as coisas de Deus, em oração e comunhão.”.


Minha mensagem para você à luz disso é: Invista no seu crescimento espiritual. Não há nada mais importante. Não deixemos que as demandas da vida diária nos tomem a ponto de ficarmos subnutridos espiritualmente. Que possamos investir no crescimento espiritual e no desenvolvimento da nossa vida cristã para a glória de Deus.



Citações:


Augustus Nicodemus - A supremacia e a suficiência de Cristo













Adquira este livro pelo link:

https://amzn.to/37NtnAe



Obs.: Ao comprar pelos links do site, podemos receber algum tipo de comissão.


Outros livros de Augustus Nicodemus

Cristianismo descomplicado: Questões difíceis da vida cristã de um jeito fácil de entender

https://amzn.to/2GaBb3v


Poder de Deus para a salvação: A mensagem de Romanos 1-7 para a igreja de hoje

https://amzn.to/3e6m1Jj


O que estão fazendo com a Igreja: Ascensão e queda do movimento evangélico brasileiro

https://amzn.to/3oAOImm


Polêmicas na Igreja: Doutrinas, práticas e movimentos que enfraquecem o cristianismo

https://amzn.to/3mCtAKu